SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Estado Islâmico mata 30 civis na região central do Afeganistão

O massacre foi uma represália pela morte de um comandante do EI, grupo ao qual o governador faz referência com o termo Daesh, seu acrônimo em árabe

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/10/2016 08:54

France Presse

Cabul, Afeganistão - Ao menos 30 civis, incluindo várias crianças, morreram em um ataque do grupo Estado Islâmico (EI) na madrugada desta quarta-feira em Ghor, centro do Afeganistão, anunciou o governador da província. "O Daesh matou por volta de 30 civis, entre eles várias crianças, que havia tomado como reféns", declarou à AFP o governador Nazir Jazeh. Ele disse que as vítimas eram moradores de vilarejos, em sua maioria pastores.

O massacre foi uma represália pela morte de um comandante do EI, grupo ao qual o governador faz referência com o termo Daesh, seu acrônimo em árabe. "As forças de segurança, com a ajuda dos moradores da localidade, realizaram ontem (terça-feira) uma operação e mataram um comandante do EI chamado Faruk. Em represália, os combatentes do Daesh sequestraram 30 moradores, em sua maioria pastores. Esta mannã vários moradores da região encontraram os corpos", afirmou Jazeh.

De acordo com o porta-voz do governo provincial, Abdul Hai Jatebi, os corpos tinham marcas de tiros. Desde 2015, as forças afegãs lutam contra o EI nas províncias do leste do Afeganistão. Nos últimos meses, o grupo reivindicou dois ataques espetaculares, mas esta é a primeira vez que as autoridades atribuem uma ação ao EI no centro do país, entre Cabul e a grande cidade de Herat (oeste).

Leia mais notícias em Mundo

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade