SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Afegã de olhos verdes da National Geographic é detida no Paquistão

Milhares de refugiados afegãos conseguiram documentos de identidade do Paquistão, apesar do sistema informatizado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/10/2016 11:12 / atualizado em 26/10/2016 11:57

France Presse

Steve McCurry - 1985
Peshawar, Paquistão - Uma afegã que se tornou famosa por uma fotografia de seu rosto na capa da revista National Geographic foi detida no Paquistão pela posse de documentos paquistaneses falsos. A imagem impressionante de Sharbat Gula, com seus grandes olhos verdes e o rosto envolto em um véu da cor vermelha, foi feita em 1984 em um acampamento de refugiados afegãos no Paquistão pelo fotógrafo americano Steve McCurry.

A fotografia é uma das capas (junho de 1985) mais famosas da história da revista americana e transformou a então adolescente em um ícone da população afegã, no momento em que o país estava sob ocupação soviética. Mais de três décadas depois, Gula foi detida pelas autoridades paquistanesas "por obtenção de falsos documentos de identidade", afirmou à AFP Shahid Ilyas, diretor da Nadra (National Database Registration Authority), a Autoridade de Registro Civil do país.

De acordo com Ilyas, as autoridades paquistanesas também procuram outros três diretores da Nadra, acusados de fornecer um documento de identidade nacional a Gula. Eles desapareceram depois que a fraude foi revelada. Gula pode ser condenada a uma pena de sete a 14 anos de prisão, além de uma multa entre 3 mil e e 5 mil dólares.

Milhares de refugiados afegãos conseguiram documentos de identidade do Paquistão, apesar do sistema informatizado. O Paquistão realizou nos últimos meses uma grande campanha de verificação para descobrir os proprietários de documentos de identidade do país entregues de forma fraudulenta. O país tem 1,4 milhão de afegãos registrados como refugiados, segundo a ONU, o que faz da nação a terceira com o maior número de asilados no planeta.

Leia mais notícias em Mundo

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Antônio
Antônio - 26 de Outubro às 22:19
Essa mulher é o símbolo do horror promovido pelas guerras ! Infelizmente, a Humanidade ainda está muito bárbara e essa mulher vive uma peregrinação há mais 30 anos em busca de um lugar de paz na Terra !

publicidade