SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Forte terremoto atinge a Itália e deixa feridos

Várias pessoas foram extraídas vivas dos escombros, em Norcia e em Tolentino

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/10/2016 08:28 / atualizado em 30/10/2016 14:39

Reprodução/Twitter
 

 

Um forte terremoto de 6,5 de magnitude atingiu neste domingo o centro da Itália, provocando novas destruições, incluindo na famosa basílica San Benedetto de Norcia, mas sem causar mortos, segundo a Defesa Civil.

"No momento, não temos informações sobre vítimas (mortos). Há feridos e ainda estamos verificando" a situação, declarou a repórteres em Rieti, cidade do centro do país próxima da área do epicentro, Fabrizio Curcio, chefe da Defesa Civil italiana.

"Há dezenas de feridos sem gravidade, com exceção de uma pessoa (...) em uma condição mais grave", acrescentou Curcio.
 
Em Norcia, uma pequena cidade localizada perto do epicentro na região da Umbria, poupada dos últimos terremotos, imagens da televisão mostraram os habitantes reunidos em uma praça, enrolados em cobertores.
 
AFP PHOTO / SKY tg24
 
As imagens veiculadas pelos meios de comunicação também testemunharam a destruição de vários prédios, incluindo a Basílica de San Benedetto, construída no século XIV e parcialmente destruída. Segundo a lenda, foi construída sobre o local de nascimento de São Bento, fundador da Ordem Beneditina, nascido em Norcia em 480.
A região foi atingida por vários terremotos desde o final de agosto. 

O de agosto provocou cerca de 300 mortos, enquanto os dois terremotos de 26 de outubro causaram apenas danos materiais.

"Poucos feridos, leves. Nenhum morto e esta é uma boa notícia", disse à rádio Sergio Pirozzi, prefeito de Amatrice, a cidade que pagou o preço mais alto durante o terremoto de agosto, com mais de 250 mortos.
 
 
 
 
Várias pessoas foram extraídas vivas dos escombros, seis em Norcia, três em Tolentino, de acordo com vários meios de comunicação.

"É uma verdadeira tragédia, vivemos o dia mais negro talvez. O dano é incalculável", declarou à emissora RaiNews 24 Giuseppe Pezzanesi, prefeito de Tolentino.

"Há milhares de pessoas nas ruas, aterrorizadas, chorando", acrescentou.

O poder do terremoto causou deslizamentos de terra e muitas estradas nesta região da Itália foram cortadas.

Terremoto mais potente desde 1980

Segundo a imprensa local, o terremoto registrado nesta manhã é o mais forte a atingir a península desde 1980.

O terremoto de Áquila, que matou mais de 300 pessoas em 2009, teve uma magnitude de 6,3.
 
Para encontrar um terremoto mais poderoso, é preciso retornar a novembro de 1980, quando um terremoto de 6,9 de magnitude fez cerca de 3.000 mortos.

De acordo com o Instituto americano de geologia (USGS), o terremoto deste domingo ocorreu às 7h40 (04h40 de Brasília) e teve uma magnitude de 6,6. 

Este terremoto foi sentido em grande parte da península, incluindo Florença e Nápoles, onde bombeiros e a Defesa Civil receberam muitas chamadas.
 
Em Roma, as autoridades fecharam o metrô da cidade para realizar verificações e centenas de pessoas saíram às ruas como medida de precaução.

Especialistas também verificaram as principais basílicas romanas, incluindo São Pedro, no Vaticano, que foi aberta aos fiéis para o tradicional Angelus de  domingo.

O papa Francisco declarou que reza pelas populações afetadas e vítimas deste terremoto. 

O Quirinal, palácio presidencial, suspendeu as visitas públicas.

A Defesa Civil pediu à população para não tomar as estradas que levam para a área afetada "para facilitar a circulação das forças de ordem e emergência".

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade