SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Novo caça chinês é apresentado como símbolo da potência militar de Pequim

A edição de 2016 do Salão de Zhuhai, a maior da história do evento, apresenta novos veículos blindados, sistemas de mísseis antiaéreos, drones e caças fabricados na China

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/11/2016 11:50

France Presse

STR/AFP

Zhuhai, China - O novo caça chinês J-20, rápido e altamente armado, foi apresentado nesta terça-feira como um símbolo da crescente potência militar de Pequim. Dois modelos sobrevoaram a multidão no Salão Aeronáutico de Zhuhai (sul), após uma demonstração da Força Aérea chinesa.  Os dois aviões voaram lado a lado até o momento em que um deles se elevou verticalmente, diante dos olhares surpresos dos espectadores, que só ficaram sabendo da apresentação no último minuto.

O J-20 representa um salto qualitativo na capacidade de projeção da China na Ásia e permite ao país reduzir o atraso em relação aos Estados Unidos. Pequim está modernizando seu exército para aumentar a proteção das fronteiras terrestres, mas também para reforçar as reivindicações de soberania, sobretudo no Mar da China meridional. Vários países da região disputam esta zona marítima, rica em combustíveis.

A edição de 2016 do Salão de Zhuhai, a maior da história do evento, apresenta novos veículos blindados, sistemas de mísseis antiaéreos, drones e caças fabricados na China.  O evento, que acontece a cada dois anos, tem a participação de 42 países e representa uma oportunidade crucial para as empresas aeronáuticas que desejam aproveitar o "boom" do setor aéreo chinês. A China se tornará em 2024 o maior mercado mundial da aviação, de acordo com a Associação Internacional de Transporte Aéreo.

Leia mais notícias em Mundo

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade