SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Furacão Matthew deixa danos de US$ 63 milhões em Cuba

Os municípios de Baracoa, Yateras, Imías, Maisí e San Antonio del Sur foram os mais afetados pelo furacão, o mais poderoso a atingir o Caribe em quase uma década

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/11/2016 16:02

France Presse


Havana, Cuba
- A recente passagem do furacão Matthew por Cuba deixou perdas de cerca de 63 milhões de dólares, segundo um balanço preliminar divulgado nesta terça-feira, que contrasta com as do Haiti, onde 546 pessoas morreram e houve danos por quase 1,9 bilhão de dólares.

Matthew atingiu com força quatro municípios de Guantánamo, no extremo oriente de Cuba, na noite de 4 de outubro, sem deixar vítimas graças à evolução preventiva de 1,3 milhão de pessoas.

Leia mais notícias em Mundo


Depois de quase um mês após a passagem do ciclone, a avaliação preliminar dos danos chega a 63 milhões de dólares, segundo estimativa do Conselho de Defesa Provincial de Guantánamo.

O balanço foi divulgado pela televisão estatal.

Os municípios de Baracoa, Yateras, Imías, Maisí e San Antonio del Sur foram os mais afetados pelo furacão, o mais poderoso a atingir o Caribe em quase uma década.

Cerca de 38.800 moradias ficaram destruídas, segundo o relatório citado pela televisão.

As perdas em Cuba são sensivelmente menores do que as registradas no Haiti, onde morreram 546 pessoas e aproximadamente 175.000 ficaram sem moradia.

O custo dos danos nesse país é de 124,8 bilhões de gurdas, o equivalente a 1,89 bilhões de dólares, de acordo com estudos realizados com o apoio do Banco Mundial e do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade