27 milhões de norte-americanos anteciparam o voto

A quatro dias das eleições nos Estados Unidos, eleitores adiantam o voto

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/11/2016 09:32

A quatro dias das eleições presidenciais norte-americanas, mais de 27 milhões de pessoas votaram antecipadamente. A tendência revela um afluência maior de democratas às urnas em alguns dos estados — para analistas, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton pode tirar proveito da situação. No entanto, preocupa a escassa  presença de jovens e negros, grupos demográficos decisivos para a vitória de Barack Obama em 2008.

Em Chicago, berço político do líder democrata, a votação é similar ou até mesmo excede a registrada em 2012, quando o primeiro líder negro da história dos EUA foi reeleito. Em entrevista à agência France-Presse, a democrata Deborah Laden disse ser “muito importante” a votação antecipada, “para seguir com o que Obama começou”.

Os números precoces das urnas indicam que tanto Hillary quanto Trump são muito impopulares — enquanto a democrata conta com 44%  de aprovação, o magnata republicano aparece com 38%, segundo a média das pesquisas elaborada pelo site RealClearPolitics. “As pessoas consumiram uma enorme quantidade de informação sobre os candidatos. Já tomaram uma decisão e estão saindo para votar”, afirmou Michael McDonald, professor da  Universidade da Flórida e um dos responsáveis por monitorar o voto antecipado. Ele acredita ser pouco provável uma mudança entre os eleitores.

Na votação antecipada, surgem sinais de entusiasmo entre latinos, mulheres  e brancos liberais. Em Nevada, Virgínia e Colorado, estados considerados decisivos para a eleição, Hillary está na frente nos votos antecipados. Ela também tem amplo apoio dos latinos. De acordo com uma pesquisa do jornal The Washington Post e do instituto Univision, a democrata teria 67% dos votos dos latinos, contra apenas 19% para Trump. Cálculos dão conta de que  27,3 milhões de hispânicos podem votar na atual eleição, 4 milhões a mais que no pleito anterior.

Trump terá de defender a sua posição em estados republicanos. No Texas, por exemplo, mais de 25% de todos os eleitores já depositaram suas cédulas nas urnas.
Tags: eleicoeseua
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.