SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

EUA: últimas pesquisas dão vantagem a Hillary

Uma média de todas as pesquisas, calculada pelo site RealClearPolitics, mostra que a candidata democrata mantém uma vantagem de 2,7 pontos em nível nacional

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/11/2016 16:46

Na véspera da eleição presidencial americana, as últimas pesquisas e projeções publicadas nos Estados Unidos mostram uma disputa acirrada, mas com uma vantagem para Hillary Clinton.

Uma média de todas as pesquisas, calculada pelo site RealClearPolitics, mostra que a candidata democrata mantém uma vantagem de 2,7 pontos em nível nacional, apesar de o republicano Donald Trump ter-se visto favorecido na reta final da campanha.

Publicada nesta segunda-feira (7/11) pela rede de televisão CBS, a última pesquisa mostra que Hillary tem uma vantagem de quatro pontos em nível nacional, com 45% dos votos, contra 41% de Trump, uma diferença que se mantém estável em comparação com a semana passada.

 

Leia mais em Mundo

 

Hoje, vários jornais americanos publicaram projeções sobre o resultado final da eleição em relação aos grandes eleitores, todas favoráveis à ex-secretária de Estado.

Segundo a rede de televisão NBC, Hillary teria o apoio de 274 grandes eleitores, contra 170 de seu adversário republicano, embora as pesquisas estejam apertadas demais para saber a quem atribuir os 94 votos restantes.

De qualquer modo, esses números seriam suficientes para que a ex-primeira-dama seja eleita, visto que precisa de uma maioria de 270.

Os Estados Unidos têm um sistema de eleição indireta, no qual cada um dos 50 estados dispõe de um número de grandes eleitores proporcional à sua população.

Com base nas diferentes projeções e pesquisas, o site de análise política FiveThirtyEight deu a Hillary, nesta segunda-feira, uma probabilidade de vitória de 66%, contra 33,9% de Donald Trump.

Uma pesquisa da Universidade de Quinnipiac, em Connecticut, mostra uma diferença muito pequena na Flórida e na Carolina do Norte, dois estados cruciais para a definição da eleição. Hillary teria 46% dos votos na Florida, contra 45% de Trump, e também teria uma pequena vantagem na Carolina do Norte, com 47% contra 45%.

 

Por France Presse 

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade