SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Euforia e surpresa nas sedes de Trump e Hillary

A 'festa da vitória' que a campanha de Trump organizou em um hotel de Manhattan começou a meio gás, mas a medida que os resultados foram sendo divulgados, a alegria invadiu os partidários republicanos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/11/2016 06:18

AFP
Os eufóricos seguidores de Donald Trump formavam na madrugada desta quarta-feira (9/11) uma maré barulhenta na sede da campanha do candidato republicano à Casa Branca, em Nova York, que gritava em uníssono "USA" enquanto esperava a aparição de seu herói. "Estamos muito emocionados", contou à AFP Aliza Romanoff, uma mulher de Long Island cuja família conhece o magnata do setor imobiliário há anos. Junto ao seu marido e aos seus pais, celebrava antecipadamente a vitória diante dos resultados favoráveis conquistados pelo aspirante conservador.

 

Leia mais notícias de Mundo

 

A "festa da vitória" que a campanha de Trump organizou em um hotel de Manhattan começou a meio gás, na expectativa, mas otimista diante do que se depararia no decorrer da noite. Mas à medida que os resultados foram sendo divulgados, estado por estado, a alegria invadiu os partidários republicanos.

O número de curiosos cresceu com o passar das horas e a euforia encontrou seu lugar — ajudada pelos litros de álcool consumidos — à espera da notícia mais aguardada: a vitória após uma disputa acirrada e uma campanha esgotadora. É incrível. Não sabia que Trump conseguiria", explicou Glenn Ruti, um nova-iorquino de 54 anos que trabalha no setor das telecomunicações, antes do anúncio oficial da vitória.

O candidato republicano começou ganhando em Ohio, Flórida, Carolina do Norte e Iowa, alguns dos estados-chave que decidiram esta eleição. Com a conquista de cada estado, a audiência vibrava, gritava, aplaudia e agitava seus cartazes. "Ganhará e minha vida mudará para sempre", afirmou um partidário enquanto falava por telefone, visivelmente incrédulo.

 

Por France Press

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.