SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Vitória de Trump domina manchetes do noticiário britânico

Principais jornais internacionais repercutem a vitória do republicano

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/11/2016 09:07



Não podia ser diferente. A imprensa britânica dá forte destaque hoje ao resultado da eleição norte-americana, com a vitória do republicano Donald Trump. Os sites das publicações que mais circulam no país são atualizados a todo o momento com análises em relação ao evento histórico e a repercussão sobre a União Europeia, já sem rumo por causa da decisão do Reino Unido de deixar o bloco, o chamado Brexit.

O jornal Financial Times, especializado em economia, praticamente traz só esse assunto na capa de seu site. Entre as manchetes de reportagens e artigos da publicação estão: "Donald Trump tem vitória histórica nos Estados Unidos", "Republicanos desafiam as projeções e têm o controle do Congresso", "Vitória de Donald Trump desafia modelo de democracia ocidental", "Donald Trump e a fogueira das certezas", "Peso entra em colapso e os mercados futuros caem com vitória de Trump", "Sete políticas de Donald Trump que podem mudar os EUA", "Donald Trump inaugura a era da improvisação política", "Vitória de Donald Trump é mandato para explodir Washington", "Mundo reage à vitória de Trump: aliados consternados, populistas deleitados", "Time de Hillary aterrissa do lado errado da história", "Executivos norte-americanos escrevem carta aberta para Trump buscando tranquilidade" e "Donald Trump é o Brexit da America".

Leia mais notícias em Mundo

O The Guardian traz também um grande espaço para a eleição americana e enfatiza que a vitória do republicano mergulha a União Europeia em um "futuro incerto". O The Times dá destaque ao vídeo em que Trump promete diminuir divisões após a eleição. Segundo ele, "os homens e mulheres esquecidos não serão mais esquecidos". Já a revista Newsweek também deu ênfase à vitória do republicano e destacou ainda a maioria do partido no Congresso.

 

Por Agência Estado

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade