SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Veja o que o mundo disse sobre a vitória de Donald Trump

Maioria destacou o período de incertezas que o presidente eleito traz com sua vitória

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/11/2016 11:24 / atualizado em 09/11/2016 15:33

Paris, França -Os principais dirigentes do mundo se pronunciaram nesta quarta-feira sobre a vitória do republicano Donald Trump nas eleições americanas, e a maioria destacou o período de incertezas que o presidente eleito traz com sua vitória.

-- Presidente russo Vladimir Putin --

"Será um caminho difícil, mas a Rússia está disposta a fazer sua parte. Moscou deseja restaurar em seu conjunto suas relações com os Estados Unidos", afirmou Putin.

Em nota, o Kremlin "expressou a esperança de que seja realizado um trabalho mútuo para tirar as relações entre Rússia e Estados Unidos de sua situação crítica".

-- Presidente brasileiro Michel Temer --

"É claro que o novo presidente que assume terá de levar em conta todas as aspirações de todo o povo americano. Eu tenho dito que a relação do Brasil com os Estados Unidos e os demais países é institucional, ou seja, de Estado para Estado".

-- Presidente iraniano Hassam Rohani --

"O presidente eleito não poderá reverter o acordo nuclear. O acordo nuclear não foi fechado apenas com um país ou um único governo, e sim foi ratificado por uma resolução do Conselho de Segurança da ONU e não pode ser mudado por decisão de um único governo".

-- União Europeia ---

"Parabenizamos sua vitória e queremos aproveitar a oportunidade para convidá-lo a visitar a Europa para uma cúpula UE-EUA assim que puder", escreveram em uma carta conjunta os presidentes do Conselho Europeu, Donald Tusk, e do executivo comunitário, Jean-Claude Juncker.

-- Otan --

"Enfrentamos um novo clima de segurança desafiador, incluindo guerra híbrida, ciberataques, a ameaça de terrorismo. A liderança dos Estados Unidos é mais importante do que nunca", ressaltou o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg.

-- Chanceler alemã Angela Merkel --

"A Alemanha e os Estados Unidos estão ligados por valores, a democracia, a liberdade, o respeito ao direito, à dignidade humana, independente da cor da pele, da religião, do sexo, da orientação sexual ou das convicções políticas, Com base nesses valores, proponho uma cooperação estreita ao futuro presidente dos Estados Unidos".

-- Premiê britânica Theresa May --

"Reino Unido e Estados Unidos têm uma relação duradoura e especial baseada nos valores da liberdade, democracia e empreendimento. Somos, e continuaremos sendo, sócios fortes e próximos no comércio, segurança e defesa".

-- Presidente francês François Hollande --

"A eleição de Donald Trump abre um período de incertezas. Neste contexto, precisamos de uma Europa unida, capaz de fazer ouvir sua voz e de promover suas políticas onde os seus interesses e valores estejam em jogo. Devemos ter consciência das inquietudes pelas desordens mundiais em todos os povos, incluindo o povo americano, a primeira potência mundial".

--- Chefe da ONU encarregada dos assuntos climáticos ---

"Esperamos cooperar com seu governo para fazer avançar a agenda da ação climática em benefício dos povos do mundo", afirmou Patricia Espinosa em uma declaração durante a Cúpula do Clima COP22 no Marrocos.

-- Presidente chinês Xi Jinping --

"Concedo uma grande importância às relações chino-americanas e estou ansioso para trabalhar com você, sem conflito e sem confrontação, com base nos princípios de respeito mútuo e de cooperação".

-- Premiê israelense Benjamin Netanyahu ---

"O presidente eleito Trump é um verdadeiro amigo do Estado de Israel e espero trabalhar com ele para promover a segurança, a estabilidade e a paz em nossa região".

"A vitória de Trump oferece a Israel a possibilidade de renunciar imediatamente à ideia da criação de um Estado palestino", afirmou, por sua vez, o ministro da Educação, Naftali Bennett.

--- Rei da Arábia Saudita Salman --

"Desejamos a vossa excelência sucesso em sua missão de alcançar a segurança e a estabilidade na região do Oriente Médio e no mundo".

--- Premiê turco Binali Yildirim ---

"Esperamos que nossa aliança com os Estados Unidos prossiga e que nossa sociedade e nossas relações se desenvolvam".

--- Premiê húngaro Viktor Orban ---

"Parabéns. Que excelente notícia. A democracia continua viva".

-- Outros dirigentes ---

"Felicitações ao novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e ao povo americano livre", tuitou a líder da extrema-direita francesa, Marine Le Pen, presidente da Frente Nacional (FN), comemorando a derrota "de uma elite arrogante".

"Passo o bastão a @RealDonaldTrump! Muitas felicitações. Foi uma campanha muito corajosa", tuitou o líder do partido britânico antieuroepeu e antimigração UKIP, Nigel Farage, defensor do Brexit.

Por France Presse

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade