Trump diz que reduzirá impostos e tornará seguro-saúde mais acessível

"Nós iremos fazer coisas absolutamente espetaculares para o povo americano e estou ansioso para começar", disse Trump

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/11/2016 08:37

JIM WATSON

Além de se reunir com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, o presidente eleito Donald Trump se encontrou na quinta-feira com o presidente da Câmara dos Representantes, Paul Ryan. Após o encontro com o deputado, Trump sugeriu que os dois republicanos discutiram temas como seguro-saúde e impostos.

"Nós iremos fazer coisas absolutamente espetaculares para o povo americano e estou ansioso para começar", disse Trump. "Iremos reduzir impostos, como vocês sabem. Seguro-saúde: nós tornaremos ele mais acessível", disse brevemente o empresário, que derrotou nesta semana a democrata Hillary Clinton na corrida pela Casa Branca.

Distante de Trump durante a campanha, Ryan tomou emprestado o slogan do colega de partido ao descrever os planos deles para trabalhar juntos. "Nós estamos falando agora sobre ter a energia para fazer esse país melhorar a fazer a América grande novamente", afirmou o líder parlamentar a repórteres.

Leia mais notícias em Mundo


No encontro com Obama, nem o presidente atual nem o próximo responderam a perguntas de repórteres. Mais tarde, Trump elogiou o presidente democrata, dizendo que ele tem "muito respeito" por Obama e que buscará conselhos dele quando estiver no cargo. A dupla se reuniu por 90 minutos, mais que a uma hora prevista. "De minha parte, isso poderia ter ido bem mais longe", comentou Trump sobre a reunião no Salão Oval. "Nós discutimos muitas situações diferentes, algumas maravilhosas e algumas dificuldades", afirmou o presidente eleito.

Obama comentou mais tarde que conversou com Trump sobre questões de organização da Casa Branca e também sobre política externa e interna. O presidente disse que sua prioridade é "facilitar a transição" para garantir que o próximo líder seja bem-sucedido.

O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, disse que a dupla discutiu também a viagem que Obama fará nos próximos dias para Grécia, Alemanha e Peru e seus objetivos nelas. Não foram divulgados, porém, detalhes sobre a conversa de Obama e Trump.

Além disso, a primeira-dama, Michelle Obama, recebeu na quinta-feira a mulher de Trump, Melania. Obama disse que a primeira-dama teve um encontro "excelente" com a futura primeira-dama. Fonte: Dow Jones Newswires.

Por Agência Estado
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.