SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Presidente de um jornal de oposição turco é preso em Istambul

Sobre ele pesava uma ordem de prisão no âmbito de uma investigação por "atividades terroristas"

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/11/2016 09:44


Istambul, Turquia
- O presidente do diretório do jornal opositor turco Cumhuriyet, Akin Atalay, foi detido nesta sexta-feira, informou o jornal, somando-se assim aos nove jornalistas que foram presos na semana passada.

Atalay foi detido ao chegar ao aeroporto Ataturk de Istambul, procedente da Alemanha, informou o Cumhuriyet em seu site.

Sobre ele pesava uma ordem de prisão no âmbito de uma investigação por "atividades terroristas".

Quando desembarcava do avião, policiais o detiveram e o levaram a um carro estacionado na pista do aeroporto, acrescentou o jornal.

Leia mais notícias em Mundo


Na semana passada, nove jornalistas do Cumhuriyet, entre eles o chefe de redação Murat Sabuncu, foram detidos, uma medida que levantou uma onda de críticas nas organizações de defesa dos Direitos Humanos e na comunidade internacional.

O Ministério Público anunciou então que as prisões ocorriam devido a uma investigação por "atividades terroristas" vinculadas ao movimento do pregador Fethullah Gülen, acusado de ter organizado o golpe de Estado frustrado, e ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Cumhuriyet, um jornal da oposição totalmente crítico ao presidente Recep tayyip Erdogan, afirmou que após as detenções de seus jornalistas lutará até o fim, em um país onde a imprensa é uma das vítimas dos expurgos realizados pelas autoridades depois da tentativa de golpe de julho.

Entre os colaboradores do jornal que foram detidos na semana passada figuram o cronista Kadri Gürsel e o chargista Musa Kart.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade