SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Pistorius é transferido para prisão adaptada para deficientes

Desde sua condenação por homicídio doloso em julho, Pistorius, que foi amputado das duas pernas ainda bebê, cumpria sua penas na prisão central da capital Pretoria

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/11/2016 18:16


Joanesburgo, África do Sul
- O campeão paralímpico sul-africano Oscar Pistorius, condenado a seis anos de prisão por ter matado a namorada, foi transferido para um centro de detenção mais adaptado para deficientes físicos, informou nesta segunda-feira o porta-voz dos serviços penitenciários do país.

"A nova prisão é concebida par apessoas com necessidades especiais. Foi totalmente renovada, com instalações como banheiras", explicou à AFP Singabakho Nxumalo, sem revelar quando foi realizada a transferência.

Desde sua condenação por homicídio doloso em julho, Pistorius, que foi amputado das duas pernas ainda bebê, cumpria sua penas na prisão central da capital Pretoria.

"Ele estava na ala médica da prisão desde sua chagada e não tinha condições de participar de programas de reabilitação", argumentou Nxumalo para justificar a transferência.

Leia mais notícias em Mundo


A nova prisão, localizada em Atteridgeville, no subúrbio de Pretoria, é de menor porte, e recebe prisoneiros condenados de a no máximo seis anos de prisão.

A história de sucesso e superação de Pistorius virou tragédia no dia 14 de fevereiro de 2013, quando o campeão atirou quatro vezes através da janela do banheiro da sua mansão, onde sua namorada Reeva Steenkamp estava trancada.

O atleta, que sempre alegou que pensou que um ladrão tinha invadido a casa, foi condenado a cinco anos de prisão em 2014, por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Em julho, a pena o foi aumentada para seis anos, desta vez por homicídio doloso.

O ministério público recorreu mais uma vez em setembro, cobrando uma condenação mais severa, e o tribunal ainda precisa avaliar a admissibilidade desse recurso.

Pistorius, que completará trinta anos no dia 22 de novembro, entrou na história do esporte nos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres quando se tornou o primeiro atleta amputado de ambas as pernas a disputar a prova dos 400 m com atletas sem deficiência.

Por France Presse

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade