SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Colocaram uma câmera em um cachorrinho de rua e é de partir o coração

Para ajudar em uma campanha de adoção, uma ONG colocou uma GoPro em um cão abandonado para registrar imagens de sua rotina

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/11/2016 16:30 / atualizado em 17/11/2016 16:33

Gabriela Vinhal

 

 

Na semana do Dia Nacional de Adotar um Animal no Brasil, a ONG World for All divulgou um vídeo que mostra a rotina de um cachorro abandonado. No fim das imagens, a empresa pede que a população se solidarize com os animais e os tire das ruas.

Para a campanha, uma GoPro foi pendurada no pescoço do cachorrinho que registra momentos de violência e solidão pela cidade. Ele apanha, é chutado, molhado por uma moradora que lavava a rua, agredido por outro cão, alimentava-se de restos de comida no lixo e, para se manter hidratado, bebia água das poças de lama da rua.

Em Brasília, vários abrigos estão cheios de cães e gatos que buscam por um lar. A Sociedade Humanitária Brasileira (SHB), uma das ONGS que atua na capital, promove, todos os sábados, uma feira de adoção em diferentes pontos da cidade. Só lá, quase 70 animais, entre eles filhotes e adultos, estão disponíveis, à espera de um lar.

Na internet

Todo sábado é dia de feira de adoção. Acompanhe a programação pelo site www.shb.org.br

Antes de adotar


Conselhos para quem pretende acolher um animal

# Toda a família deve estar de acordo com a adoção


# Escolha direito o animal mais adequado para você. Considere o espaço em que mora, quanto tempo ele ficará sozinho em casa, se quer um filhote ou um adulto, etc.


# Lembre-se de que um animal vive de 10 a 15 anos, em média. Durante esse tempo, ele trará despesas com alimentação, água, higiene, veterinários e remédios


# Esteja comprometido a nunca abandonar o animal, mesmo que ele fique velho ou doente

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade