SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Romney é cotado para cargo de Secretário de Estado; Mattis para a Defesa

Sugestões foram dadas pelo vice-presidente eleito, Mike Pence

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/11/2016 14:50

O ex-governador do Estado de Massachusetts Mitt Romney está sendo "seriamente considerado" pela administração Trump para assumir o cargo de Secretário de Estado dos Estados Unidos, segundo declaração do vice-presidente eleito Mike Pence feita neste domingo (20/11), um dia após Romney ter se encontrado com o presidente eleito, Donald Trump.

"Eles tiveram uma boa reunião, foi uma troca calorosa e substantiva e eu sei que ele está sob ativa consideração para ser Secretário de Estado dos Estados Unidos juntamente com outros americanos muito distintos", disse Pence durante entrevista em um programa da rede de TV Fox News. 

Trump vem avaliando diversos candidatos ao cargo, segundo fontes que acompanham o assunto. Dentre eles está o ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani, o ex-embaixador dos EUA para a Organização das Nações Unidas (ONU) John Bolton e o governador da Carolina do Sul, Nikki Halley.


Dentre os diversos nomes com quem Trump se encontrou em seu clube de golfe em Nova Jersey estava também o general aposentado James Mattis. Ele é um dos cotados para assumir a Secretaria de Defesa, segundo pessoas próximas à equipe de Trump. "Ele é brilhante, um homem incrível", disse Trump sobre Mattis, após o encontro. 

Hoje pela manhã, Trump usou sua conta no Twitter para postar sobre seu encontro com Mattis no sábado, referindo-se ao general por seu apelido "cachorro louco Mattis", declarando que ele era considerado para o cargo de Secretário de Defesa. 

Romney, que já concorreu à presidência do país pelo Partido Republicano em 2012, fez duras críticas a Trump durante o ano de campanha, a ponto de chamar o bilionário de "vigarista" e "fraude". Após a vitória do empresário no último dia 8 de novembro, Romney se movimentou rapidamente para fazer reparos às declarações anteriores. Ele é um dos vários cardeais do partido que se afastaram da campanha do empresário, mas com quem Trump e seu vice, Mike Pence, se encontraram este final de semana.

Imediatamente após Romney deixar o clube de golfe ontem, Michelle Rhee, ex-chanceler para escolas públicas de Washington, chegou ao local. Ela é considerada uma candidata para a Secretaria de Educação. Trump também recebeu Bob Woodson, presidente do Centro para desenvolvimento dos bairros, dedicado à assistência de moradores de baixa renda de Washington. Questionado se Woodson poderia ter algum papel em sua administração, Trump respondeu apenas "veremos, veremos".

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade