SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Fillon será o candidato da direita francesa na eleição presidencial

Depois de uma surpreendente vitória no primeiro turno, Fillon, que promove um projeto econômico liberal, registra 69,5% dos votos, contra os 30,5% de seu oponente, o ex-premiê Alain Juppé

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/11/2016 18:01 / atualizado em 27/11/2016 18:39

 AFP / Eric FEFERBERG


O conservador François Fillon, de 62, ex-primeiro-ministro de Nicolas Sarkozy, venceu com clara vantagem o segundo turno das primárias da direita francesa para a eleição à presidência em 2017 - de acordo com os primeiros resultados parciais divulgados na noite desde domingo (27).
 
 
Depois de uma surpreendente vitória no primeiro turno, Fillon, que promove um projeto econômico liberal, aparece com 68,7% dos votos, contra os 31,3% de seu oponente, o ex-premiê Alain Juppé, como revela a apuração de 3.565 das 10.228 seções eleitorais.

Juppé já parabenizou o rival pela vitória e anunciou seu apoio à sua candidatura.

"Felicito François Filon por sua ampla vitória. A primária transcorreu em boas condições e, como já havia me comprometido a fazer, dou, a partir desta noite, meu apoio a François (Fillon), meu apoio para a próxima eleição presidencial", declarou, desejando-lhe sucesso em maio.

Entre 4,2 e 4,6 milhões de pessoas foram às urnas, de acordo com estimativas da imprensa francesa, para eleger o candidato que - acredita-se - poderá enfrentar Marine Le Pen, da ultraconservadora Frente Nacional, em um eventual segundo turno das eleições em maio do ano que vem.

Há uma semana, 4,3 milhões foram às urnas para o primeiro turno das primárias do partido. Fillon obteve 44,1% dos votos contra 28,5% de Juppé. O ex-presidente Nicolar Sarkozy ficou em um distante terceiro lugar.

Por France Presse

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade