Presidente da Coreia do Sul aceita demissão do ministro da Justiça

O ministro da Justiça e um assessor presidencial pediram demissão na semana passada depois que promotores ligaram diretamente a presidente sul-coreana a uma amiga em um suposto esquema de tráfico de influência

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/11/2016 13:42


A presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, aceitou hoje a demissão de seu ministro da Justiça, Kim Hyun-woong, na mais recente alteração no governo, após uma série de mudanças, em meio a um escândalo político no país.

O ministro da Justiça e um assessor presidencial pediram demissão na semana passada depois que promotores ligaram diretamente a presidente sul-coreana a uma amiga em um suposto esquema de tráfico de influência.

Leia mais notícias em Mundo


Para tentar contornar a crise, Park Geun-hye nomeou um novo primeiro-ministro e já se despediu de oito de seus ministros e assessores. Mesmo assim, a população sul-coreana organizou comícios em Seul por cinco fins de semana consecutivos, pedindo a renúncia da presidente. Fonte: Associated Press.

Por Agência Estado

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.