SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Justiça espanhola intima chefe de Governo como testemunha no caso 'Gürtel'

O caso de corrupção conhecido como 'Caso Gürtel' envolve altos nomes do Partido Popular (PP), partido do presidente Mariano Rajoy

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/04/2017 09:16

O presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, deverá comparecer como testemunha no processo de um caso de corrupção conhecido como 'Gürtel', que envolve altos nomes do Partido Popular (PP, conservador).
 
 
Segundo um porta-voz da Audiência Nacional, tribunal espanhol especializado nos casos políticos-financeiros e de terrorismo, a audiência ainda não tem data marcada e o comparecimento de Rajoy foi confirmado.

O esquema "Gürtel", comandando pelo empresário espanhol Francisco Correa, também atinge outros altos dirigentes do PP, como seu ex-tesoureiro, Luis Bárcenas.

Bárcenas admitiu, no início de 2017 ante um tribunal, o partido utilizou recursos de Caixa 2, que teriam sido doados por empresários.

Correa é réu em vários julgamentos de casos envolvendo pagamento de propinas para pessoas do PP para conseguir a licitação de obras públicas "para empresas amigas".
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.