Papa Francisco revela que Vaticano tem 2 mil casos de abuso sexual

Ele informou, contudo, que mais funcionários estão sendo adicionados e que o Vaticano está "no caminho certo"

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/05/2017 22:13

AFP / TIZIANA FABI

  
O Papa Francisco disse que o Vaticano tem 2 mil processos de casos de abuso sexual e admitiu que o ritmo está lento. Ele informou, contudo, que mais funcionários estão sendo adicionados e que o Vaticano está "no caminho certo". 
 

O pontífice comentou as críticas de Marie Collins, uma irlandesa que renunciou à comissão de abuso sexual em março. Ela chamou, na época, de inaceitável a resistência do Vaticano de implementar as propostas do grupo para melhor cuidar das vítimas e proteger as crianças. 

Segundo o Papa, Marie Collins é "uma grande mulher" e admitiu que estava "um pouco certa" ao reclamar do ritmo lento dos processos. O pontífice conversou com a imprensa no avião, ao retornar de Portugal, onde canonizou os pastorinhos Jacinta e Francisco Marto em missa campal na praça do Santuário de Fátima, na comemoração do centenário das aparições de Nossa Senhora do Rosário, em 13 de maio de 1917.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.