Trump visita Belém, na Cisjordânia ocupada, para reunião com Abbas

O presidente americano participou em uma cerimônia de boas-vindas, durante a qual foram tocados os hinos americano e palestino

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/05/2017 07:32

Mandel Ngan/AFP
 
Belém, Territórios palestinos - O presidente americano Donald Trump chegou nesta terça-feira a Belém, na Cisjordânia ocupada, para uma reunião com o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, em uma tentativa de retomar os esforços de paz entre israelenses e palestinos. 
 
 
Trump foi recebido por Abbas no palácio presidencial de Belém, a apenas 20 minutos de Jerusalém, mas atrás do polêmico muro de separação construído por Israel. O presidente americano participou em uma cerimônia de boas-vindas, durante a qual foram tocados os hinos americano e palestino.

Na segunda-feira, Trump se reuniu com o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu em Jerusalém. O presidente palestino saudou Trump nas proximidades do palácio presidencial e os dois caminharam por um tapete vermelho. A visita de Trump a Israel e aos territórios palestinos é parte de sua primeira viagem ao exterior como presidente. A primeira etapa aconteceu na Arábia Saudita, onde o presidente americano fez um apelo aos países árabes para que enfrentem o extremismo. 

Trump afirmou que deseja restabelecer os esforços pela paz entre israelenses e palestinos, mas não divulgou os detalhes de como espera fazer isto. "Ouvi que é um dos acordos mais complicados, mas tenho a sensação de que vamos chegar ao final, espero", declarou Trump na segunda-feira à noite. 

Nesta terça-feira, Trump retornará a Jerusalém para visitar o monumento da História do Holocausto Yad Vashem e para discursar no Museu de Israel. Ao final da visita de dois dias, o presidente americano viajará para a Europa.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.