Possíveis casos de cólera no Iêmen já chegam a 40 mil, com 398 mortos

chefe do organismo no país, Alexandre Faite informou pelo Twitter que hoje chegou à capital iemenita, Sana, um segundo avião de carga com provisões médicas para tratar a epidemia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/05/2017 13:45 / atualizado em 24/05/2017 13:46

A Cruz Vermelha Internacional elevou nesta quarta-feira (24) para 398 o número das vítimas fatais da epidemia de cólera no Iêmen e a cerca de 40 mil os possíveis casos de contágio. O chefe do organismo no país, Alexandre Faite informou pelo Twitter que hoje chegou à capital iemenita, Sana, um segundo avião de carga com provisões médicas para tratar a epidemia. A informação é da EFE.

Faite disse considerou a nova remessa como "muito necessária", e que vai reforçar uma primeira carga de medicamentos específicos para o cólera que havia chegado na véspera. As organizações internacionais estão lutando para fazer frente à epidemia, que tem se expandido de forma muito rápida e afeta a maior parte das 22 províncias iemenitas.

Os casos suspeitos da doença, que passaram de 11 mil em 14 de maio para mais de 23,5 mil no dia 19 passado, segundo as cifras da Organização Mundial da Saúde, já chegam aos 40 mil. A ONG Médicos Sem Fronteiras alertou esta semana que o surto de cólera no Iêmen pode se tornar "incontrolável".

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.