Migrantes são resgatados de barco em chamas no Mediterrâneo

A embarcação pegou fogo "sem motivo aparente, deixando seus ocupantes à deriva", indicou em um comunicado a aviação portuguesa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/05/2017 13:45

Trinta e quatro migrantes africanos foram resgatados no domingo ao largo da costa espanhola de uma embarcação em chamas, em uma operação cujas imagens foram divulgadas nesta segunda-feira.



Nas imagens feitas por um avião militar português a serviço da Frontex, a agência europeia para a vigilância das fronteiras, é possível ver os migrantes, em sua maioria com coletes salva-vidas, saltar para o mar quando o barco inflável começa a pegar fogo.

A embarcação pegou fogo "sem motivo aparente, deixando seus ocupantes à deriva", indicou em um comunicado a aviação portuguesa.

A tripulação da aeronave inicialmente lançou um bote salva-vidas inflável para os migrantes que logo depois foram resgatados pelo Salvamento Marítimo, agência espanhola de resgate no mar.

"Esse resgate foi um dos mais complexos já realizados pelo centro" de Almeria, na costa sul de Espanha, declarou em um comunicado Tomás García, controlador deste centro andaluz localizado a 110 km de Alboran.

 

Leia mais em Mundo

 

Um helicóptero transportou um migrante com hipotermia, enquanto um mergulhador de resgate ajudou muitos outros a subir no bote salva-vidas, e três barcos e uma balsa foram mobilizados. Um barco de pesca na área também resgatou um migrante.

Os sobreviventes, cujas nacionalidades não foram divulgadas, desembarcaram no domingo à noite no porto de Motril, na Andaluzia.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.