Roland Garros retira credencial de tenista por beijar repórter à força

Tenista francês, Maxime Hamou, foi expulso por comportamento inapropriado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/05/2017 14:49


  
A organização de Roland Garros decidiu nesta terça-feira (30/5) retirar a credencial do jovem tenista francês Maxime Hamou por "comportamento inapropriado", depois do atleta tentar beijar à força uma jornalista durante uma entrevista.
 
 
Após ser eliminado na primeira rodada do torneio, Hamou, 21 anos, estava sendo entrevistado pela jornalista do canal Eurosport Maly Thomas quando colocou seu braço em volta de Thomas e a beijou várias vezes, apesar das tentativas de se esquivar da repórter.

"Foi francamente desagradável. Se eu não estivesse ao vivo teria dado um soco nele", declarou a jornalista à edição francesa do Huffington Post.

A divulgação do vídeo do incidente pelas redes sociais provocou uma grande polêmica na França e motivou Roland Garros a expulsar o tenista do torneio.

"A direção do torneio decidiu cancelar a credencial de Maxime Hamou após seu comportamento inapropriado com uma jornalista na segunda-feira", explicou a organização.

Um porta-voz do canal Eurosport declarou à AFP que o comportamento de Hamou foi "altamente inadequado" e que "não pode ser justificado".

"Maly é uma jornalista muito respeitada e gostaríamos que recebesse um pedido de desculpas. Pedimos desculpas aos telespectadores que se sentiram ofendidos", completou o porta-voz.

O vídeo causou revolta e indignação nos internautas não só pelo ocorrido com Maly Thomas, mas também pelo fato dos comentaristas da emissora, entre eles o ex-jogador Henri Leconte, terem sido flagrados rindo do incidente enquanto acontecia.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.