Funcionários do alto escalão americano negam pressão da Casa Branca

A comissão de Inteligência do Senado ouve nesta quarta-feira os depoimentos dos chefes da Inteligência em meio a uma polêmica por suposta pressão do presidente Donald Trump sobre esses organismos de segurança

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/06/2017 12:28

O diretor de Inteligência Nacional dos Estados Unidos, Dan Coats, e o responsável pela Agência Nacional de Segurança, Michael Rogers, negaram nesta quarta-feira diante do Senado terem sofrido pressões da Casa Branca.

"Jamais sofri qualquer pressão para intervir de qualquer forma para orientar politicamente a Inteligência", disse Coats, enquanto Rogers apontou que "ninguém me pediu para fazer nada ilegal, imoral, pouco ético ou inapropriado".

A comissão de Inteligência do Senado ouve nesta quarta-feira os depoimentos dos chefes da Inteligência em meio a uma polêmica por suposta pressão do presidente Donald Trump sobre esses organismos de segurança.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.