Três capacetes azuis são mortos em ataque extremista no norte do Mali

Os contingentes do Chade e da Guiné formam a maior parte das tropas da ONU em Kidal

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/06/2017 11:26

Três soldados das forças de paz da ONU no Mali morreram na quinta-feira à noite em um ataque reivindicado por um grupo ligado à rede Al-Qaeda, anunciaram nesta sexta-feira as Nações Unidas em um comunicado.
 

"Ontem (quinta-feira), o acampamento da Minusma (Missão da ONU no Mali) em Kidal foi atacado com foguetes e morteiros", numa ação que fez cinco feridos, aponta o comunicado.

"As informações preliminares indicam que uma dúzia de morteiros de diferentes calibres foram lançados contra o acampamento", acrescenta, ressaltando que "alguns mísseis atingiram bairros próximos" na área.

"Pouco tempo depois, uma posição da Força foi atacada fora do acampamento. Três capacetes azuis foram mortos e três outros ficaram feridos", explica o comunicado, sem dar qualquer indicação de suas nacionalidades.

Os contingentes do Chade e da Guiné formam a maior parte das tropas da ONU em Kidal.

Este ataque, como a maioria no Mali nos últimos meses, foi reivindicado por uma nova aliança entre jihadistas do Sahel ligados à Al-Qaeda, liderada pelo líder islâmico Tuareg Iyad Ag Ghaly, em um comunicado divulgado nesta sexta-feira nas redes sociais.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.