Suposto "radical" holandês é preso enquanto filmava estádio

No mês passado, na Inglaterra, um homem-bomba matou 22 pessoas, entre adolescentes e crianças, no estádio Manchester Arena

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/06/2017 10:50

Um holandês foi detido enquanto filmava o exterior de um grande estádio durante um show, informou a polícia neste sábado, acrescentando que o indivíduo era considerado pelas autoridades como um possível radicalizado. O homem de 29 anos foi preso na sexta-feira à noite na parte de fora do Philips Stadium na cidade de Eindhoven (sul), onde se apresentava um famoso cantor de pop holandês, Guus Meeuwis.


A detenção acontece após um homem-bomba detonou uma carga explosiva ao final de um show da cantora pop Ariana Grande em Manchester, em 22 de maio, um atentado que deixou 22 mortos e 59 feridos, incluindo crianças e adolescentes. O homem que executou o ataque na Manchester Arena, o atentado mais violento no Reino Unido desde os que atingiram os transportes públicos de Londres em 2005, morreu ao detonar a carga explosiva, anunciou a polícia da cidade, que classificou o ato de "incidente terrorista". 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.