Donald Trump anuncia mudanças nas relações com Cuba

Presidente dos EUA revogou avanços promovidos pelo governo de Barack Obama e definiu novas diretrizes para a relação com o país vizinho

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/06/2017 15:56

MANDEL NGAN / AFP
O presidente norte-americano Donald Trump anunciou nesta sexta-feira mudanças na relação dos Estados Unidos com Cuba. Ele foi ovacionado pelas pessoas que acompanharam o pronunciamento, em Miami, na Flórida. Na fala, Trump revogou o acordo assinado entre Barack Obama e Raul Castro.


Leia mais notícias em Mundo

Trump citou autoridades presentes e reclamou do calor no local. Também enalteceu os presentes que viveram no que chamou de "regime brutal de Fidel Castro". Antes de começar a falar sobre as mudanças na relação com o país, deu o microfone aos presentes que foram presos pelo governo de Fidel. Declarou que o grupo não será mais silenciado pelo comunismo e que fala hoje em resposta aos pedidos da comunidade cubana.

"Prometo que, agora que sou seu presidente, america vai expor os crimes do regime de castro e apoiar o povo cubano", declarou. Trump também fez duras criticas à reaproximação promovida pelo governo de Barack Obama e declarou que "esses dias acabaram". Falou que cancela completamente o acordo da administração prévia e que traçará uma nova política, que terá, segundo ele, vantagens para os EUA e para o povo cubano.

Trump declarou que não negociará com o governo de Cuba até que todos os presos políticos sejam libertados, que os partidos políticos sejam legalizados e que o pais tenha eleições supervisionadas pela comunidade internacional. "Vamos restringir o dinheiro americano em Cuba e reforçar o embargo para ter certeza de que os investimentos dos EUA sejam diretamente para o povo cubano, para q eles possam abrir seus negócios e prosperar". Ele proibiu ainda transações entre empresas e instituições americanas a entidades vinculadas às Forças Armadas cubanas, que controlam o turismo na ilha.
 
 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.