Portugal decreta três dias de luto nacional pelas vítimas do incêndio

O fogo, que se espalhou na tarde de sábado, deixou por ora 62 mortos e mais de 50 feridos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/06/2017 10:54 / atualizado em 18/06/2017 11:08

AFP/PATRICIA DE MELO MOREIRA

 

Portugal decretou três dias de luto nacional a partir deste domingo (18/6) para homenagear as vítimas do pior incêndio florestal de sua história recente.



O fogo, que se declarou na tarde de sábado (17/6) na localidade de Pedrogao Grande, a 50 km de Coimbra, deixou por ora 62 mortos e mais de 50 feridos.

"Infelizmente, esta é, sem dúvida, a pior tragédia que conhecemos nesses últimos anos em termos de incêndios florestais", reconheceu o primeiro-ministro português Antonio Costa, na sede da Defesa Civil.

Cerca de 900 bombeiros e 220 veículos combatiam o fogo que causou as mortes, muitas das vítimas carbonizados no interior de seus veículos.

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.