Presidente da Colômbia cancela visita a Portugal após atentado em Bogotá

O presidente anunciou que viajará na próxima terça a Paris e deve se reunir com o colega Emmanuel Macron

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/06/2017 15:38 / atualizado em 18/06/2017 15:51

AFP / JIM WATSON

 

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, anunciou neste domingo (18/6) que cancelou uma viagem a Portugal, para liderar as investigações do atentado em um shopping de Bogotá, que deixou três mortos, mas assinalou que irá manter a visita a França.



"Tomei a decisão de cancelar minha viagem a Lisboa para estar à frente destas investigações nestes três dias cruciais", disse o presidente após uma reunião com os comandos da força pública.

"Os primeiros dias depois de um atentado como o de ontem são essenciais para encaminhar a investigação e obter avanços importantes na identificação dos responsáveis", assinalou.

As autoridades têm "três hipóteses concretas" para a explosão, mas o presidente não quis revelá-las. Ele ofereceu uma recompensa de 33 mil dólares "para qualquer pessoa que nos der informações que possam ajudar a capturar os responsáveis".

O presidente anunciou que viajará na próxima terça-feira a Paris, que, juntamente com Lisboa, fazia parte de um giro programado em que ele deve se reunir com o colega Emmanuel Macron e sua equipe, com o objetivo de "avançar em nossa agenda de cooperação".

Santos participará em Paris da abertura da segunda parte do Ano França-Colômbia, um conjunto de manifestações culturais no território francês.

O presidente colombiano também expressou solidariedade às vítimas do incêndio florestal em Portugal, que deixou mais de 60 mortos.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.