Rússia enviará policiais do Exército para patrulhar Síria

O presidente Russo Alexander Lavrentie afirmou que a polícia militar russa na Síria terá apenas armas leves para autodefesa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/07/2017 16:47

A Rússia vai enviar policiais militares para patrulhar as zonas de conflito na Síria para fornecer segurança e proteção local, disse ontem (5/7) à imprensa o representante especial do presidente russo sobre a Síria, Alexander Lavrentie. A informação é da agência chinesa Xinhua.



"Gostaria de enfatizar que estas são unidades não-combatentes do Exército regular, são unidades policiais com tarefas específicas e sem combate," afirmou Lavrentie, após a quinta rodada de negociações de paz sírias em Astana, capital do Cazaquistão. Ele disse que a polícia militar russa na Síria terá apenas armas leves para autodefesa.

 

Leia mais notícias em Mundo

 

Alexander Lavrentie convidou os membros da Comunidade de Estados Independentes (CEI - organização supranacional envolvendo 11 repúblicas que pertenciam à antiga União Soviética: Armênia, Azerbaijão, Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão, Moldávia, Rússia, Tajiquistão, Turcomenistão, Ucrânia e Uzbequistão) a considerar o envio de observadores militares para a missão de manutenção da paz em zonas de desembarque na Síria.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.