Duas toneladas de cannabis interceptadas em lanchas no Mediterrâneo

A operação mobilizou meios aéreos, marítimos e terrestres na França e na Espanha em três intervenções entre o norte da África e a Europa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/07/2017 15:29

As alfândegas francesa e espanhola confiscaram 2,3 toneladas de resina de cannabis no início de julho em várias embarcações tipo zodiac que operavam no Mediterrâneo, anunciou nesta segunda-feira (17/7) a parte francesa.
 
 
A operação "Pascal 2017" mobilizou, de 3 a 17 de julho, meios aéreos, marítimos e terrestres na França e na Espanha em três intervenções entre o norte da África e a Europa.

Em 7 de julho, depois que aviões franceses e espanhóis identificaram "um transporte de drogas em um 'go fast' (sistema de tráfico de drogas em grande velocidade) semirrígido com dezenas de fardos a bordo", a Guarda Civil espanhola confiscou 600 kg de resina de cannabis que tinham acabado de ser descarregados em uma caminhonete em Algeciras (sul da Espanha) e deteve o motorista, detalhou a alfândega francesa em um comunicado.

Em 10 de julho, "após várias horas de batida no mar de Alborán" (parte ocidental do Mediterrâneo), as forças francesas e espanholas interceptaram outro 'go fast', "enquanto que uma parte da carga [foi] lançada ao mar pelos traficantes". Os quatro membros da tripulação foram presos e 1,1 tonelada foi confiscada.

Em 14 de julho, um helicóptero francês detectou outra embarcação "carregada de fardos de resina de cannabis". Depois que a mercadoria foi descarregada em uma praia próxima a Gibraltar, as forças de segurança "detiveram o motorista da caminhonete que tinha recolhido 600 kg de resina de cannabis". 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.