Congresso dos EUA chega a acordo por pacote de sanções contra a Rússia

O deputado democrata Steny Hoyer, de Maryland, disse que os legisladores solucionaram questões pertinentes com o projeto, o qual inclui duras penas econômicas contra o Irã e a Coreia do Norte

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/07/2017 17:36

Parlamentares democratas anunciaram neste sábado que um grupo bipartidário da Câmara e do Senado americanos chegaram a um acordo para aprovar um pacote de sanções contra a Rússia devido à influência do país nas eleições presidenciais dos Estados Unidos e também às ações militares na Ucrânia e na Síria

O deputado democrata Steny Hoyer, de Maryland, disse que os legisladores solucionaram questões pertinentes com o projeto, o qual inclui duras penas econômicas contra o Irã e a Coreia do Norte. As sanções contra a Rússia, no entanto, chamaram mais atenção por causa dos esforços do presidente Donald Trump de estabelecer uma relação mais próxima com o líder russo Vladimir Putin, além de terem sido discutidas em meio a investigações sobre a interferência do país na campanha presidencial de 2016.

A aprovação do projeto poderá acontecer antes do Congresso entrar em recesso, em agosto, e colocaria os legisladores em rota de colisão com Trump. A Casa Branca se opôs a um ponto-chave do texto, que prevê a exigência de uma revisão do Congresso caso Trump tentasse amenizar ou remover sanções contra Moscou. Se o presidente vetar o projeto, ele corre o risco de provocar um protesto de democratas e republicanos e ver sua decisão revertida. 

"A lei garante que tanto a maioria quanto a minoria são capazes de exercitar seus papéis de supervisão das sanções implementadas pelo governo", disse o deputado Hoyer. 

O líder da minoria no Senado, Chuck Schumer, ressaltou a força das sanções e acredita que o projeto seja aprovado prontamente. "Dadas as muitas transgressões da Rússia e a aparente falta de habilidade do presidente Trump em lidar com elas, um projeto forte de sanções como este que os democratas e os republicanos acordaram é essencial", afirmou Schumer. Fonte: Associated Press

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.