Economia da Espanha recupera seu nível anterior à crise econômica

Os seis primeiros meses do ano foram mais dinâmicos que o esperado, o que levou o governo a elevar a sua previsão de crescimento para 2017 a 3%

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/07/2017 16:27

A economia espanhola mostrou um dinamismo maior que o esperado no segundo trimestre do ano, voltando ao patamar que ocupava antes da crise, impulsionada pelo consumo, o turismo e as exportações.
 
 
"Recuperamos o nível de riqueza que tínhamos antes da crise", celebrou o presidente do governo, Mariano Rajoy, numa coletiva de imprensa. 

A primeira estimativa publica nesta sexta-feira (28/7) mostrou uma alta de 0,9% do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre de 2017, frente aos 0,8% dos três primeiros meses do ano. 

As cifras indicam que o PIB semestral ficou "acima do máximo antes da crise, alcançado no segundo trimestre de 2008", indicou à AFP um porta-voz do Ministério da Economia.  

Os seis primeiros meses do ano foram mais dinâmicos que o esperado, o que levou o governo a elevar a sua previsão de crescimento para 2017 a 3%, assim como o Banco da Espanha e o Fundo Monetário Internacional (FMI). 

"É perfeitamente factível" que a Espanha supere os 3,2% de crescimento alcançado em 2016, garantiu o ministro da Economia, Luis de Guindos.

Nesse caso, o PIB ficaria em torno de 1,150 trilhão de euros, contra os 1,116 em 2008.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.