Sem visibilidade, piloto faz pouso de emergência e evita desastre aéreo

Aeronave turca foi atingida por uma tempestade de granizo, que destruiu o vidro da cabine de comando e impediu o capitão de enxergar na hora do pouso

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 31/07/2017 18:42 / atualizado em 31/07/2017 18:43

Reprodução/ Facebook

 
Os 121 passageiros de um Airbus A320 passaram por momentos de tensão, na última quinta-feira (27/7), após a aeronave turca em que estavam ser atingida por uma tempestade de granizo, que destruiu a parte frontal do avião e estraçalhou o vidro da cabine de comando, impedindo a visão do piloto.
 
 
A aeronave, que seguia rumo a Ercan, no Chipre, precisou retornar ao local de partida, Istambul, dez minutos após decolar, em vista da gravidade dos danos ao avião. Mesmo fechado para pousos e decolagens, por causa do tempo ruim, o aeroporto abriu uma exceção para que a empresa turca Atlas Global pousasse. 
 
Impossibilitado de enxergar a pista de pouso e sem conseguir utilizar o piloto automático, que também foi destruido pelo granizo, o piloto ucraniano Alexander Akopov usou de experiência e habilidade para pousar a aeronave no aeroporto de Istambul, Turquia."Foi como nascer pela segunda vez", afirmou após pousar.
 
Reprodução/ Facebook
 
 
O momento em que o avião consegue pousar foi filmado por um usuário do Facebook e divulgado na rede social. No vídeo, mesmo sem visibilidade e com a pista molhada, o pouso acontece, aparentemente, sem maiores dificuldades.

O capitão da aeronave explicou que não havia previsão para a tempestade. "Nossos equipamentos não mostraram esse desastre climático, mas o importante é que todos estão vivos", contou. Testemunhas afirmaram que os granizos que atingiram o avião tinham o tamanho de ovos de galinha, segundo o jornal britânico Metro.
 
  

 
 
Segundo o jornal britânico The Independent, o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, ligou para o piloto logo após o pouso, condecorado-o com a Ordem de Coragem Ucraniana pelo ato de bravura.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.