Governo do Panamá concede asilo político a dois juízes venezuelanos

Também nesta quinta-feira (3/8), o ministro de Relações Exteriores do México, Luis Videgaray, respondeu Maduro, que havia chamado de "covarde" o presidente do México, Enrique Peña Nieto

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/08/2017 12:02

O governo do Panamá concedeu asilo político a dois juízes venezuelanos, que entraram na embaixada do país em Caracas nesta semana. Em um comunicado, o Ministério de Relações Exteriores panamenho informou que tomou essa decisão "em solidariedade com o povo venezuelano" e pediu ao governo de Nicolás Maduro que detenha as ações da Constituinte e negocie uma saída política".

Os magistrados Gustavo Sosa Izaguirre e Manuel António Espinoza Malet haviam sido designados para a Suprema Corte pela oposição, que contra a Assembleia Nacional venezuelana.

Também nesta quinta-feira (3/8), o ministro de Relações Exteriores do México, Luis Videgaray, respondeu Maduro, que havia chamado de "covarde" o presidente do México, Enrique Peña Nieto. O comentário de Maduro veio após a divulgação da transcrição de uma ligação entre Peña Nieto e Donald Trump, o presidente dos Estados Unidos, realizada em janeiro. Na conversa, o líder do México repete que o país não pagará pelo muro na fronteira que Trump deseja construir.

Videgaray respondeu Maduro, em seu perfil no Twitter, afirmando que "covarde é quem usa o poder do Estado para desmantelar a democracia e atacar seu próprio povo". 



Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.