Maduro promete "pena máxima" a responsáveis por ataque a base venezuelana

Maduro detalhou que um dos invasores ficou ferido, outros sete foram capturados e dez fugiram do local

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/08/2017 09:23

 Federico Parra  / AFP - 27/07/2017


O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, prometeu que combatentes que atacaram uma base do Exército ontem receberão a "pena máxima", como parte da estratégia do governo de neutralizar seus inimigos. Dois de 20 combatentes foram mortos ao invadirem a base de Paramacay, na cidade de Valencia, na manhã de domingo, numa aparente tentativa de fomentar um levante militar, segundo pronunciamento semanal de Maduro na TV estatal.

Maduro detalhou que um dos invasores ficou ferido, outros sete foram capturados e dez fugiram do local. "Sabemos para onde eles estão indo e toda a nossa força militar e policial foi mobilizada", disse o presidente, acrescentando que pedirá "pena máxima" para os que participaram do "ataque terrorista".

O ataque veio após a nova Assembleia Constituinte, instalada na sexta-feira, sinalizar em seus decretos iniciais que irá mirar os inimigos de Maduro. A nova assembleia, cujos poderes superam os dos demais níveis de governo, votou no sábado pela destituição da procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega. Já ontem, Madurou anunciou que a assembleia criou uma nova "comissão da verdade" para punir os responsáveis por distúrbios que afetam o país desde o começo de abril.

Nos últimos quatro meses, mais de 120 pessoas foram mortas na Venezuela durante violentas manifestações motivadas por frustração com a escassez de alimentos, o avanço da inflação e altos índices de criminalidade.  

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.