Reino Unido terá pagamentos a fazer a Bruxelas após Brexit, diz comissário

Em comentários publicados pelo jornal alemão Bild nesta segunda-feira (7/8), Oettinger esclareceu que o Reino Unido continuará "preso" por alguns compromissos anteriores

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/08/2017 09:29

O comissário de orçamento da União Europeia, Günther Oettinger, disse que o Reino Unido terá de fazer pagamentos para projetos de longo prazo mesmo após a conclusão do "Brexit", como é conhecido o processo de negociações para retirar o país da UE

Em comentários publicados pelo jornal alemão Bild nesta segunda-feira (7/8), Oettinger esclareceu que o Reino Unido continuará "preso" por alguns compromissos anteriores. Desta forma, Londres terá de seguir transferindo recursos para Bruxelas até 2020 pelo menos.

Em junho do ano passado, o Reino Unido aprovou o Brexit em plebiscito e a expectativa é que o país deixe a UE em março de 2019.

Segundo Oettinger, a saída do Reino Unido significará perdas anuais de 10 bilhões a 12 bilhões de euros (US$ 11,8 bilhões a US$ 14 bilhões) ao orçamento da UE, que serão compensadas por meio de cortes e repasses maiores de outros integrantes do bloco.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.