Começa julgamento de líbio acusado de atacar missão dos EUA em Benghazi

Capturado há três anos, Khattala é acusado de assassinato e de apoio ao terrorismo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/10/2017 13:12

Washington, EUA - Começa nesta segunda-feira (2/10), em Washington, o julgamento do líbio Ahmed Abu Khattala, acusado de liderar o ataque de 11 de setembro de 2012 contra a missão diplomática dos Estados Unidos em Benghazi.

Capturado há três anos, Khattala é acusado de assassinato e de apoio ao terrorismo, entre outras acusações.
 
 
Abu Khattala era o comandante da milícia islamista Asnar Al-Sharia em Benghazi, que lançou o ataque contra a representação americana nessa cidade do leste da Líbia.

De acordo com a acusação, Khattala liderou um grupo de cerca de 20 homens no ataque, provocando incêndios em prédios do complexo diplomático, incluindo aquele onde estava o embaixador Christopher Stevens e um outro funcionário. Ambos morreram.

O ataque causou comoção nos EUA e se transformou em uma amarga disputa política, com os republicanos responsabilizando a então secretária de Estado, Hillary Clinton, pelo ocorrido.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.