Governo espanhol pede eleições na Catalunha para acabar com a crise

Além disso, Méndez de Vigo apoiou o delegado do governo central na Catalunha, Enric Millo, que mais cedo pediu "desculpas" pelos feridos na ação da polícia durante o referendo proibido de domingo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/10/2017 10:32

Madri, Espanha - O governo do primeiro-ministro espanhol Mariano Rajoy deseja eleições regionais na Catalunha para acabar com a crise entre o Executivo independentista catalão e Madri, afirmou nesta sexta-feira (6/10) seu porta-voz, Íñigo Méndez de Vigo. 

"Seria bom começar a fechar esta fratura pelo Parlamento da Catalunha (...) através de eleições autônomas", disse o porta-voz em uma entrevista coletiva após o conselho de ministros semanal. 

Além disso, Méndez de Vigo apoiou o delegado do governo central na Catalunha, Enric Millo, que mais cedo pediu "desculpas" pelos feridos na ação da polícia durante o referendo proibido de domingo.

"O que ele disse foi bem dito", declarou Méndez de Vigo. "É algo que todos lamentamos", completou, em referência às cenas de domingo na Catalunha.

As últimas eleições regionais na Catalunha aconteceram em setembro de 2015.

Os separatistas as apresentaram na ocasião como um plebiscito sobre o processo de soberania e conquistaram a maioria na Câmara regional, de 72 deputados sobre um total de 135.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.