Após matar 22, tempestade tropical Nate segue para o México

Autoridades de Louisiana decretaram estado de emergência e determinaram que algumas pessoas deixem áreas costeiras e algumas ilhas antes da chegada de Nate, no início de domingo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/10/2017 11:58

A tempestade tropical Nate seguia rumo à Península de Yucatán nesta sexta-feira (6/10), após causar fortes chuvas na América Central que foram apontadas como responsáveis por ao menos 22 mortes. Meteorologistas dizem que ela pode ainda atingir a costa do Golfo dos EUA com força de furacão, no fim de semana.

Autoridades de Louisiana decretaram estado de emergência e determinaram que algumas pessoas deixem áreas costeiras e algumas ilhas antes da chegada de Nate, no início de domingo. Além disso, começaram a ser esvaziadas algumas plataformas de petróleo offshore no Golfo.

O Centro Nacional de Furacões dos EUA afirmou que Nate poderia gerar enchentes perigosas, ao lançar de 18 a 25 centímetros de chuva conforme ele avança para Honduras, com chuvas ainda mais volumosas em alguns locais. A tempestade tinha ventos máximos sustentados de 75 quilômetros por hora na manhã desta sexta-feira e deve se fortalecer ao longo do noroeste do mar do Caribe nesta sexta-feira, antes de possivelmente atingir a região de Cancún e a Península de Yucatán, no México, com força próxima à de um furacão. Nate pode ainda atingir a costa do Golfo americana, perto de Nova Orleans.


Na Nicarágua, a chegada de Nate se seguiu a duas semanas de chuvas quase constantes. Vice-presidente do país, Rosario Murillo disse que pelo menos 15 pessoas morreram no país graças à tempestade, sem dar detalhes sobre todas as vítimas. Na Costa Rica, autoridades confirmaram sete mortes ligadas às chuvas e disseram que 15 pessoas estão desaparecidas. Cinco mil pessoas na Costa Rica tiveram de deixar suas casas e buscar abrigos.

Nate pode atingir o sul da Louisiana como furacão de categoria 1 Autoridades americanas disseram que a tempestade se move rápido, o que pode reduzir o nível de problemas, mas também recomendaram que ela não fosse subestimada. No início desta sexta-feira, Nate estava localizada 370 quilômetros a su-sudeste de Cozumel, no México, e se movia a nor-noroeste a 22 quilômetros por hora. 


Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.