ONU pede que todos os líbios trabalhem juntos em processo político

Os 15 membros do Conselho dão todo seu apoio ao plano de ação do enviado especial da ONU, Ghassan Salamé, que espera que se organizem eleições legislativas e presidenciais "antes de julho" de 2018.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/10/2017 12:47 / atualizado em 10/10/2017 12:54

Nações Unidas, Estados Unidos -O Conselho de Segurança da ONU "pede firmemente a todos os líbios a trabalhem juntos em um espírito de compromisso e que empreendam de maneira construtiva um processo político inclusivo", em uma declaração aprovada nesta terça-feira.

Os 15 membros do Conselho dão todo seu apoio ao plano de ação do enviado especial da ONU, Ghassan Salamé, que espera que se organizem eleições legislativas e presidenciais "antes de julho" de 2018.

Segundo seu plano de ação, deve ser submetida a referendo uma nova Constituição e as eleições devem ser organizadas. Em setembro o enviado especial também havia anunciado, embora sem dar datas, uma conferência nacional na ONU para reintegrar a todos os atores "no ostracismo ou marginalizados" do cenário libanês.

O Conselho de Segurança continua "preocupado pela deterioração da segurança da situação econômica e humanitária na Líbia", acrescenta a declaração.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.