Greve da Aerolineas Argentinas perturba tráfico aéreo no país

Nos aeroportos de Buenos Aires, Aeroparque e Ezeiza, os passageiros foram surpreendidos pela medida, que aconteceu em um dia de muito tráfego aéreo, antes de um fim de semana prolongado - de sábado a segunda-feira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/10/2017 13:06

Buenos Aires, Argentina - Pelo menos 40 voos nacionais e internacionais foram atrasados ou cancelados nesta sexta-feira (13/10) por uma greve de funcionários da companhia aérea Aerolíneas Argentinas, segundo um anúncio da empresa estatal. 

Nos aeroportos de Buenos Aires, Aeroparque e Ezeiza, os passageiros foram surpreendidos pela medida, que aconteceu em um dia de muito tráfego aéreo, antes de um fim de semana prolongado - de sábado a segunda-feira. Muitos queriam viajar da capital para suas cidades natais para comemorar, no domingo, o dia das mães. 

"O Grupo Aerolíneas lamenta informar que todas nossas operações estão afetadas por uma medida coletiva. Por isso os atendimentos em call center, mostradores, consultas em redes sociais e escritórios estão limitados", diz um comunicado da companhia. 

Os funcionários reclamam aumentos salariais. Os voos da Aerolíneas e da sua filial Austral foram afetados. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.