Espanha: Presidente da Catalunha ameaça declarar independência

Na carta, Puigdemont disse que o Parlamento catalão irá votar sobre sua possível declaração de independência se Madri "impedir o diálogo e continuar com sua repressão"

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/10/2017 08:47

 PAU BARRENA/ AFP
O presidente da Catalunha, Carles Puigdemont, ameaçou nesta quinta-feira (19/10) declarar explicitamente a independência da região se o governo central da Espanha não oferecer uma oportunidade de diálogo e seguir adiante com a promessa de retirar os poderes do território semiautônomo.

A ameaça de Puigdemont veio numa carta enviada ao primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, minutos antes de vencer um ultimato de Madri para a Catalunha desistir de sua tentativa de se tornar independente, às 10h pelo horário local (6h de Brasília).

Na carta, Puigdemont disse que o Parlamento catalão irá votar sobre sua possível declaração de independência se Madri "impedir o diálogo e continuar com sua repressão".

Na semana passada, Puigdemont declarou a independência da Catalunha, mas a suspendeu em seguida, pedindo à Espanha que desse início a negociações. Em plebiscito realizado no último dia 1º, os eleitores da Catalunha votaram a favor da secessão da região.

Rajoy poderá invocar agora um artigo nunca utilizado da Constituição espanhola para retirar alguns dos poderes da Catalunha, que é a região mais rica da Espanha. Segundo uma autoridade em Madri, o governo espanhol fará uma reunião de emergência no sábado (21) para discutir o assunto. Fonte: Associated Press.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.