Venezuela impede posse de governadores de oposição a Maduro

Cópias de comprovantes de 11 urnas eletrônicas publicadas no site da coalizão opositora apontam que houve disparidade nos números apurados em Bolívar

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/10/2017 08:26

Sergei Gapon / AFP
O governo da Venezuela barrou ontem a posse de governadores em cinco Estados, e os substituiu por aliados, após a oposição revelar evidências que provariam fraudes eleitorais no Estado de Bolívar. Candidatos ligados ao presidente Nicolás Maduro venceram eleições para o governo em 18 dos 23 Estados do país no último domingo.

Cópias de comprovantes de 11 urnas eletrônicas publicadas no site da coalizão opositora apontam que houve disparidade nos números apurados em Bolívar. O anúncio dos resultados foi feito pelo Conselho Nacional Eleitoral (CNE), que é controlado por partidários de Maduro.


Cálculos do analista eleitoral Eugenio Martínez, da Universidade Católica de Caracas, mostram que o candidato governista Justo Noguera obteve, no pleito de Bolívar, 2 mil votos a mais do que mostram os comprovantes. Noguera venceu a disputa com o oposicionista Andrés Velásquez por uma diferença de 1,5 mil votos.

"Nós os pegamos com a mão no pote de geleia", disse Velásquez no Twitter. A presidente do CNE, Tibisay Lucena, disse na quarta-feira, 18, que as eleições de domingo foram "impecáveis". Nesta quinta-feira, Maduro afirmou que a Venezuela "tem o sistema eleitoral mais perfeito do mundo".  

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.