Trump nega conluio com Rússia e pede investigação de Hillary

Também no Twitter, o presidente alegou que os fatos pelos quais seu ex-diretor de campanha, o advogado Paul Manafort, é acusado remontam "há anos"

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/10/2017 12:12

Washington, Estados Unidos - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, negou nesta segunda-feira (30/10) no Twitter que seu comitê de campanha tenha participado de um complô com a Rússia durante a eleição de 2016, defendendo que as investigações se concentrem em sua rival, a democrata Hillary Clinton.


Também no Twitter, o presidente alegou que os fatos pelos quais seu ex-diretor de campanha, o advogado Paul Manafort, é acusado remontam "há anos". Admitindo que mentiu sobre seus laços com Moscou, Manafort foi indiciado hoje por conspiração contra os Estados Unidos, por lavagem de dinheiro e por falso testemunho.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.