Trump chama de mentiroso um dos indiciados no caso russo

Em uma série de tuítes, o presidente americano voltou a reiterar que o indiciamento de seu ex-chefe de campanha, Paul Manafort, se baseia em fatos que ocorreram antes que fizesse parte de sua equipe eleitoral

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 31/10/2017 11:20

SAUL LOEB/AFP
Washington, Estados Unidos - O presidente Donald Trump chamou nesta terça-feira (31/10) de mentiroso George Papadopoulos, um dos três indiciados na investigação da suposta interferência russa nas eleições presidenciais de 2016, e minimizou seu papel durante a campanha eleitoral.

Em uma série de tuítes, o presidente americano voltou a reiterar que o indiciamento de seu ex-chefe de campanha, Paul Manafort, se baseia em fatos que ocorreram antes que fizesse parte de sua equipe eleitoral.

"Pouca gente conhecia o jovem voluntário e de pouco nível chamado George, que já demonstrou ser um mentiroso. Investiguem os DEMS [democratas, ndlr]", assinalou Trump. "Tal como disse o advogado de Manafort, 'não houve conluio'", escreveu em outra mensagem.

 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.