'Não há solução militar na Síria', concordam Trump e Putin

Durante o encontro, os dois chefes de Estado se cumprimentaram duas vezes e trocaram algumas palavras

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/11/2017 10:33

AFP/Mikhail KLIMENTYEV
O presidente americano, Donald Trump, e seu colega russo, Vladimir Putin, estão de acordo quanto ao fato de não haver uma "solução militar" possível para a guerra na Síria - anunciou o Kremlin, citando um comunicado conjunto.

"Os presidentes estão de acordo em dizer que o conflito na Síria não tem solução militar" e confirmaram sua "determinação para vencer o Estado Islâmico (EI)", segundo o site do Kremlin.

Conforme Moscou, o comunicado conjunto foi aprovado em paralelo à cúpula do Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico em Danang, no Vietnã.

Durante o encontro, os dois chefes de Estado se cumprimentaram duas vezes e trocaram algumas palavras, em meio às especulações sobre se iriam ter um encontro bilateral oficial.

"Os presidentes confirmaram seu compromisso com a soberania da Síria, sua independência, sua unidade, sua integridade territorial e sua natureza secular" e pediram a todas as partes que participem das discussões promovidas pela ONU em Genebra, acrescentou o Kremlin.

Ainda segundo o Kremlin, "os presidentes também trataram da necessidade de reduzir o sofrimento humano na Síria e pedem a todos os países-membros da ONU que aumentem sua contribuição para cobrir as necessidades humanitárias nos próximos meses".

Desde 2015, a Rússia realiza uma campanha de bombardeios aéreos na Síria, em apoio ao presidente Bashar Al-Assad, o que provocou uma virada no conflito a favor do governo.

Segundo a declaração conjunta, porém, os dois países "estão satisfeitos" com os esforços feitos para evitar incidentes entre suas respectivas Forças na Síria, "o que fez aumentar de forma considerável as perdas do EI no campo de batalha nesses últimos meses".
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.