ONU considera desumana cooperação da UE com a Líbia para conter migrantes

"O sofrimento dos migrantes detidos na Líbia é um ultraje à consciência da humanidade", afirma o Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/11/2017 11:10

Genebra, Suíça - A política da União Europeia (UE) de cooperação com as autoridades líbias para interceptar os migrantes no Mediterrâneo e transferi-los para as "espantosas" prisões na Líbia é "desumana", denunciou a ONU nesta terça-feira (14/11). 

"O sofrimento dos migrantes detidos na Líbia é um ultraje à consciência da humanidade", afirma o Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Zeid Ra'ad Al Hussein, em um comunicado.

No texto, ele chama "a política da União Europeia de assistência à Guarda Costeira líbia para interceptar e devolver os migrantes no Mediterrâneo (de) desumana". 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.