Unidades do exército israelense registram número recorde de mulheres

O serviço militar obrigatório é de dois anos e oito meses para os homens e dois anos para as mulheres

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/12/2017 18:57

O exército israelense anunciou neste domingo (3/12) que o número de mulheres em suas unidades de combate bateu o recorde este ano.

Um total de 2,7 mil mulheres se alistaram nas unidades de combate, indicou um oficial, referindo-se às cifras divulgadas após o recrutamento de novembro.

Março e novembro são os dois principais períodos de recrutamento pelo exército israelense. O serviço militar obrigatório é de dois anos e oito meses para os homens e dois anos para as mulheres. A maioria dos recrutas servem em unidades mistas.

Segundo o oficial, entre os guardas fronteiriços, a proporção de mulheres passou de 15% para 35% em três ou quatro anos.

Sobre o recrutamento de judeus ultraortodoxos, a fonte indicou que a meta do governo, de 3,2 mil alistados, não foi alcançada, e apenas 2,85 mil aceitaram realizar o serviço militar.

O serviço militar dos ultraortodoxos é alvo de debate há tempos, e costuma ser alvo de enfrentamentos entre membros desta comunidade (cerca de 10% da população israelense) e a polícia.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.