Publicidade

Estado de Minas

Justiça belga decidirá sobre extradição de Puigdemongt em 14 de dezembro

"Caso sejam extraditados (...) correriam o risco de uma violação dos direitos fundamentais. É outra razão para rejeitar a extradição", afirmou a defesa


postado em 04/12/2017 10:14

Presidente catalão destituído Carles Puigdemont(foto: Emmanuel Dunand/AFP)
Presidente catalão destituído Carles Puigdemont (foto: Emmanuel Dunand/AFP)
 
Bruxelas, Bélgica - A justiça belga decidirá em 14 de dezembro sobre a extradição do presidente catalão destituído Carles Puigdemont e dos demais ex-conselheiros que estão na Bélgica, anunciaram nesta segunda-feira seus advogados.

"Caso sejam extraditados  (...) correriam o risco de uma violação dos direitos fundamentais. É outra razão para rejeitar a extradição", afirmou em uma entrevista coletiva Christophe Marchand, advogado de defesa do ex-conselheiros Antoni Comín e Meritxell Serret.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade